Share
domik

Invasão Russa sobre a Ucrânia: O que podemos esperar de impactos sobre o Setor Florestal Brasileiro?

Infelizmente estamos vivendo um dos momentos mais tristes e trágicos de nossa história, onde a Rússia arbitrariamente invadiu a Ucrânia, passando por cima dos direitos humanos fundamentais, e colocando em risco o mundo! Espero que em breve as nações consigam parar com essa guerra e encontrar o caminho da paz e harmonia entre os povos.

Porém, enquanto aguardamos o avanço deste processo, conseguimos enxergar quais serão os possíveis impactos desta guerra sobre o nosso setor?

Segundo o jornal International Forest Industries de 04 de março (disponível em https://internationalforestindustries.com/2022/03/04/russias-invasions-impact-on-forest-products-trade/), a invasão da Ucrânia pela Rússia, provavelmente afetará o comércio global nos próximos meses. O aumento das sanções contra o comércio com a Rússia e as dificuldades com transações financeiras provavelmente interromperão e redirecionarão os embarques de produtos florestais em todo o mundo. Como resultado, o comércio com a Rússia provavelmente diminuirá, impactando os fluxos comerciais internacionais de produtos florestais há muito estabelecidos.

Países como China e Índia, que apoiaram a Rússia no conflito, também podem ser afetados por sanções comerciais limitadas. Esse desenvolvimento envolveria principalmente a China, que depende da importação de produtos florestais, incluindo toras, cavacos de madeira, madeira serrada, celulose e papel da América do Norte, Europa, Oceania e América Latina para uso doméstico. Essas regiões do mundo consideram expandir as sanções contra a Rússia para países que apoiam direta ou indiretamente o ataque da Rússia à Ucrânia.

Os governos da América do Norte e da Europa também estão considerando seriamente bloquear a Rússia do sistema internacional de transações monetárias SWIFT. Se isso ocorrer, as empresas russas encontrarão dificuldade em negociar com outros países.

Os produtos florestais exportados pela Rússia foram avaliados em mais de 12 bilhões de dólares em 2021, e as importações de produtos de papel (principalmente) estão avaliadas em cerca de 2 bilhões de dólares, de acordo com a Wood Resource Quarterly. Grande parte desse comércio está em risco.

A Rússia é o maior exportador mundial de madeira serrada e o sétimo maior exportador mundial de produtos florestais. As exportações de produtos florestais da Rússia aumentaram rapidamente nos últimos cinco anos, lideradas por madeira de fibra longa e produtos de papel.

Estima-se que 40% das exportações tenham como destino a China, enquanto o restante foi predominantemente destinado aos mercados europeus.

A Rússia tem recursos florestais muito subutilizados e tem potencial para aumentar as colheitas de madeira para abastecer sua indústria doméstica. Para atender à crescente demanda global por produtos florestais, o governo russo iniciou recentemente programas para incentivar investimentos no setor para expandir/modernizar as fábricas existentes e construir novos empreendimentos.

No entanto, é provável que muitos projetos de investimento no setor de fabricação de produtos florestais na Rússia sejam interrompidos à medida que a crescente lista de sanções e restrições de transações financeiras entrar em vigor.

Também recentemente, em 02 de março, a PONSSE decidiu descontinuar temporariamente todas as operações de exportação para a Rússia e Bielorrússia para máquinas florestais e suas peças de reposição. Além disso, a subsidiária russa do Grupo Ponsse, OOO Ponsse, descontinuará temporariamente suas operações locais de peças de reposição e serviços. As vendas na Rússia e na Bielorrússia representam cerca de 20% das vendas líquidas da empresa calculadas a partir das demonstrações financeiras de 2021 (disponível em https://internationalforestindustries.com/2022/03/03/ponsse-discontinues-all-operations-russia/).

O Brasil, mesmo fazendo críticas à redação do texto, assinou o tratado junto à ONU no dia 02 de março, condenando os ataques russos à Ucrânia. Porém, tem-se colocado em uma posição neutra visando manter abertos canais de comércio com a Rússia e consequentemente seus apoiadores.

Sobre o aspecto de máquinas e equipamentos florestais, é possível que comecemos a ter uma sobre oferta de máquinas que seriam direcionadas para a Rússia, e que poderão ser disponibilizados para outros países, reduzindo assim o tempo de entrega de equipamentos novos.

As dificuldades na compra de fertilizantes, principalmente para o plantio e manutenção do Eucalyptus, já começam a ser reportadas por algumas empresas, o que certamente irá aumentar a pressão sobre os custos de produção florestal no médio prazo.

Já em relação à exportação de produtos florestais, o Brasil pode ser um bom player para assumir parte das exportações de madeira serrada e compensados, principalmente para a China (cujo PIB cresceu 8,1% em 2021), o que pode gerar mais pressão sobre a oferta e os preços da madeira em pé. Porém, precisamos compreender e avaliar cenários com variações na demanda, pois possivelmente teremos impactos ainda não conhecidos de proporções mundiais, como aconteceu recentemente com a pandemia.

Para saber mais sobre como podemos lhe ajudar contate-nos através do contato@goldenforest.com.br ou WhatsApp (41) 99667-9625

  • /

Leave A Comment

Your email address will not be published.